segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Retrospectiva 2012


Sempre quando vai chegando perto dos últimos dias de dezembro eu entro neste espírito de pensar em tudo o que eu fiz de bom neste ano, e também o que fiz de ruim, para decidir como será o ano seguinte. Poxa, fazia tanto tempo que eu estava esperando ansiosa por 2012... não por ser o “fim do mundo”, mas porque seria um ano cheio de mudanças pra mim. E realmente foi. Não chegou nem perto do turbilhão de emoções que foi 2011, onde eu tive a pressão do vestibular, a tristeza de ter que deixar a escola e me separar dos meus amigos, e também o fim de um namoro de 3 anos que é claro, me deixou bem abalada. Comparado a 2011 este ano foi até bem calminho, se você levar em consideração que eu ficava chorando o tempo inteiro e sempre sentindo uma angústia dentro de mim. Mas uma coisa engraçada aconteceu... na verdade para mim 2011 não terminou na noite de réveillon, ele se perdurou até o dia 14 de janeiro. Acontece que, como eu disse, nos últimos dias do ano eu gosto de planejar cada detalhe do que está por vir, mas em 2011 eu não podia fazer isso porque eu estava esperando o resultado do vestibular, e todo o meu 2012 dependeria dele! Se eu não passasse eu teria que procurar cursinhos, fazer horários de estudos, me disciplinar, chorar muito com toda a pressão novamente... E se eu passasse... Ah! Eu teria que me mudar pra Recife, eu iria ingressar na universidade que eu sempre sonhei, iria conhecer pessoas novas, iria conhecer todo um mundo novo, teria que mudar minha rotina e meus estilos de vida... Enfim, dependendo do resultado que aparecesse no listão o meu ano de 2012 seria totalmente diferente, e chegar ao réveillon sem ter uma certeza de o que seria da minha vida dali pra frente é totalmente frustrante, assustador. Eu tinha a sensação de que não tinha controle algum sobre a minha própria vida. É tão assustador que eu rompi o ano chorando... de medo. Mas então, depois de mais 14 dias de angústia finalmente saiu o resultado: eu fui aprovada no vestibular de psicologia da UFPE. E foi só nesse dia que 2012 realmente começou pra mim.


Raspai minha sobrancelha e usei band-eid da Barbie. Nunca me senti tão feliz e aliviada na minha vida. Vi meus pais orgulhosos de mim. Vi meus amigos orgulhosos de mim. Tive que ir fazer a matrícula da faculdade lá em Recife e foi muito excitante entrar pela primeira vez naquele mundo totalmente diferente do que eu estava acostumava. Depois disso foi só relaxar... Porque eu coloquei a segunda entrada como preferência na hora do vestibular, para ai ter 6 meses de descanso depois de um ano tão pesado e desgastante como foi o meu 2011. E ai a universidade entrou em greve e os meus 6 meses de férias foram estendidos para exatamente 1 ano. E durante esse tempo de férias prolongadas eu fiquei todos os dias – o dia todo – de pijama, só levantava da cama – e do computador – pra ir comer ou ir no banheiro. Não viajei, não saí de casa, não fiz nada de cultural ou proveitoso, fiquei apenas assistindo séries atrás de séries. Mas eu fiz coisas proveitosas durante esse período também.
Em janeiro eu fui para o Bote Fé Recife, um evento para acolher na cidade a Cruz da Jornada Mundial da Juventude. Foi uma aventura que começou de meio dia e terminou depois da meia noite aonde eu incrivelmente tive pique para acompanhar tudo (quilômetros de caminhada a pé e no sol quente, e depois pular em shows de bandas católicas) em forma de agradecimento pela aprovação no vestibular.
Em fevereiro eu fui pra um retiro de carnaval incrível na Comunidade da Restauração em Caruaru.


Em março eu comecei a namorar com o homem mais perfeito e utópico do mundo, e futuramente vou me casar com ele, escrevam isso.
No comecinho de abril minha avó teve um sério problema em sua mão e passou quase um mês internada no hospital, e eu fiquei lá cuidando dela.
Em maio eu fiz 18 anos, abandonei a menoridade e me tornei uma adulta responsável e blá blá blá. Ou seja, arrumei um emprego! Trabalhei como redatora na empresa Ihaa Networks por 7 meses, até que fui obrigada a sair quando as aulas começaram.


Em junho eu vi mais uma vez o meu grande ídolo Christian Chávez! Passei vários minutos conversando com ele, tirei uma foto e ainda assisti o show mais incrível e lindo e emocionante de todos.
Em julho eu dancei em uma quadrilha da igreja com meu namorado. Foi a primeira quadrilha dele e por isso foi muito legal.
Não consigo lembrar de nada interessante o suficiente para falar aqui sobre agosto ou setembro.


Em outubro eu organizei o primeiro encontro do meu fã clube de Christopher, o Uckers Recife. Nós fizemos uma festinha pra o aniversário dele, com direito a bolo e brigadeiro Somos e até um sorteio do CD dele. E foi uma experiência muito legal porque eu interajo com os fãs de RBD – e de Christopher – de Recife há anos mas nunca havia participado de um encontro. E neste mesmo fim de semana eu encontrei pela primeira vez com os meus futuros colegas de classe. Conheci Júnior, Danilo, Marília, Mariana e Fabíola.


Em novembro teve a comemoração do Dia Mundial do RBD lá em Recife e eu estava na comissão de organização... E FOI SIMPLESMENTE INCRÍVEL! Eu fui a apresentadora do evento, revi um milhão de amigos que só vejo nessas ocasiões, tive muito estresse mas no final tudo foi recompensado porque deu tudo certo e o evento foi lindo e inesquecível e todos já querem um igual para o ano que vem. Estou tão feliz com isso!


E finalmente dezembro... Me mudei para Recife (finalmente), comecei minhas aulas na faculdade, conheci pessoas, fiz amigos, aprendi a me virar sozinha, peguei o ônibus errado algumas vezes, aprendi a gostar da comida do RU, quase perdi um livro da biblioteca, e depois das três semanas de aula que tive eu já posso dizer que o curso é incrível, que eu estou completamente fascinada e ainda mais apaixonada por psicologia.

E para 2013? Eu ainda não parei exatamente para pensar como será meu próximo ano. Já sei que ele será de muitos estudos puxados na faculdade, onde eu quase não terei férias (resultado da greve). Sei também que em 2013 eu vou para a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, e talvez eu vá para o Rock in Rio também. Mas eu queria mais que isso... queria planejar mais coisas... Vocês assistiram àquele programa que passou esses dias na televisão, “Como aproveitar o fim do mundo”? Eu não vi. Mas no dia do último episódio minha avó estava assistindo e eu estava sentada ao lado dela mexendo no notebook, e acabei achando interessante a abordagem do programa, e na última cena a garota gritou “Vamos aproveitar o fim do mundo” e então eu fiquei refletindo um pouco sobre isso. Aproveitar o fim do mundo. Fazer tudo o que você tem vontade de fazer antes que o mundo acabe. Viver intensamente. Eu não acredito nessas profecias de fim do mundo, mas porque não posso também aproveitar um ano como se realmente fosse o último? E então eu pensei em quantas coisas eu poderia ter feito durante minhas longas férias de 2012 se eu tivesse decidido aproveitar o fim do mundo. E se o mundo realmente tivesse acabado no dia 21 de dezembro eu teria morrido sem ter vivido inúmeras experiências que eu desejaria. Claro, algumas eu preciso de tempo e muito dinheiro, como por exemplo me casar e viajar para a Inglaterra. Mas outras são tão simples acessíveis, e eu só não fui atrás delas ainda por comodidade mesmo... Então eu decidi isso para o meu 2013: aproveitá-lo como se fosse o fim do mundo, de novo. Como se no dia 31 de dezembro realmente fosse haver uma chuva de meteoros ou um apocalipse zumbi. E afinal de contas o mundo pode não acabar, mas eu também posso morrer antes disso. Um acidente, um assassinato, uma doença... Eu não sei o dia que vou morrer. Pode ser daqui a 70 anos, mas também pode ser amanhã. E eu não quero ir embora sem ter vivido tudo o que eu desejava. Por isso eu quero também fazer este convite a você que teve saco de ler esse post gigante até o final e concorda com minha linha de pensamento:
Vamos aproveitar 2013 como se fosse o último ano de nossas vidas?

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Concerteza. E estarei ao seu lado para vivermos tudo o que for preciso para aproveitá-lo. TE AMO!!! Bruno Souza.

    ResponderExcluir
  2. Meus parabéns!
    Espero que este ano de 2013 te traga muitas surpresas e coisas boas.

    Bjinhoos *o*
    Hayanne Deise Lins
    *Profissão Adolescente*

    Você sofre bullying? Ajude-nos com o nosso post e conte-nos a sua história. Saiba como, >aqui<.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, quantas coisas aconteceram com você! Namoro, emprego, aniver p/ o Chistopher e a facul! Que delicia...
    Espero que seu 2013 seja repleto de coisas boas e muito sucesso!!!

    Beijos da amiga

    http://simplismentesofisticada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Se você gostou do post, comenta! Vou adorar saber o que você achou.
Assim que puder responderei seu comentário, e se você deixar o link do seu blog irei retribuir a visita. Obrigada, e volte sempre!

Beijos, Anna