sábado, 9 de julho de 2011

Desabafo.

Finalmente eu estou de férias. Desde o primeiro dia de aula eu estou esperando minhas férias chegaram. Este é meu último ano no colégio. Ano passado eu achava um saco ter que passar meu último ano no Diocesano. Eu queria estar no Amparo... Tipo, estudei lá por 5 anos, lá era minha casa, e as pessoas de lá se tornaram minha família. Eu não imaginei de forma alguma que meu terceiro ano seria emocionante se fosse aqui no Diocesano, ao lado de pessoas que eu conheço há pouco mais de um ano e não há minha vida inteira como Stéphanie, Jéssica, Karol, Victor, Paulo, Layne... Mas o inesperado aconteceu. De repente é como se as pessoas que eu conheci a pouco mais de um ano se tornassem a minha vida, e não apenas uma parte dela. Eu realmente não esperava me apaixonar por esse colégio, pelas pessoas daqui... Mas aconteceu. Estou então vivendo o ano mais difícil da minha vida. Pressões por todo o lado, e quando o vestibular não atormenta minha cabeça, o que atormenta é a idéia de que logo mais eu terei que dizer adeus a essas pessoas que tornaram minha vida tão especial. Eu passei este primeiro semestre ansiando tanto estas férias que não conseguia pensar em mais nada, apenas em ter um tempo pra mim, pra relaxar e fazer o que eu gosto... ficar na internet, escrever minhas webs, ler, ouvir música e assistir séries o dia inteiro. Então hoje é meu primeiro dia de férias, e eu fui ao shopping com Nayla, Jéssica e David (Clarissa e Erickson acabaram aparecendo lá também e foi ótimo). Eu e David tivemos que ir levar Jéssica em casa e Nayla na loja do namorado da mãe dela. Depois eu fui com David até a casa dele que é perto da minha parada de ônibus e nós fomos conversando sobre as férias e que só iríamos nos ver agora em agosto. Puta que pariu, agosto. Um mês inteiro longe deles. De repente eu percebi que não ia mais ter David pra me dizer “Adeus” todos os dias, ou Nayla pra sorrir pra mim e dizer “Oi Anenha”, ou até mesmo Jéssica pra eu guardar o lugar dela e ela acabar faltando aula. Percebi quanto eu ia sentir saudade de Gustavo dizendo “Cassie”, Anna desenhando cortes nos seus pulsos e vestidos vermelhos para a formatura. De Isabella chorando ao falar em Glee, Harry Potter, Crepúsculo, Dulce ou qualquer coisa que a deixe empolgada. Percebi também a falta que vou sentir dos foras de Caíque e de assistir filme na casa de Louise. Porra, vou sentir saudades até de puxar o cabelo de Arthur Rodrigues! (E não fico nada contente em colocar o nome dele aqui dizendo que sentirei saudades)
E o pior de tudo... Depois de pensar quanta falta eu vou sentir de todos eles por um mês, eu parei pra pensar da falta que eu vou sentir de cada um deles a minha vida inteira. Daqui a seis meses têm férias de novo, mas dessa vez são férias permanentes do colégio. São férias eternas. Claro que tudo continua na faculdade, mas vai ser diferente porque eu não terei eles comigo. Fico com tanto medo por não saber o que será de nós ano que vem. Cada um vai seguir seu caminho, fazer sua faculdade, alguns vão se mudar pra morar em outra cidade (como eu)... Talvez nós mantenhamos contato e tudo permaneça igual, mas talvez com o passar o tempo o contato vá se perdendo e a gente se afastando. Acho que eu nunca tinha parado pra pensar na dor que será não ver eles todos os dias ano que vem. Pela primeira vez eu estou começando a me fazer perguntas sobre o futuro, e estou com muito, muito medo deles não estarem mais presentes em minha vida nesse futuro que a cada dia fica mais perto. Isso é tão injusto... tivemos tão pouco tempo para aproveitar a amizade um do outro. Mesmo assim sinto como se os conhecessem a vida inteira. Estou agora trancada em meu quarto, ouvindo músicas depressivas, chorando e rezando, pedindo a Deus que não tire essas pessoas tão especiais de perto de mim. No reencontro do circo, Hingride começou a chorar e falar no microfone que a cada coisinha simples que acontece no dia-a-dia ela pensa “depois desse ano nunca mais eu vou ver isso de novo” e começa a chorar. Quando a vi falar isso a achei muito emotiva e um pouco idiota. Eu não entendia pra quê tanto drama antecipado. Mas acho que a idéia de ficar um mês inteiro longe deles me fez perceber que daqui a pouco tempo iremos nos afastar de novo, e não por um mês mas pelo tempo que a vida determinar. Como eu posso ter vindo perceber isso só agora? Que droga, perdi tanto tempo desse ano me preocupando com a merda do vestibular quando eu podia estar valorizando mais cada sorriso que eu recebo dos meus amigos, cada abraço e cada coisa engraçada que eles falam. Cada filme que assistimos juntos, ou cada vez que eles riem quando eu começo a dançar. Eu deveria ter aproveitado mais cada segundo ao lado dessas pessoas. Estou tão arrependida de não ter percebido isso antes. A crise do terceiro ano demorou para me pegar, mas acho que agora que ela chegou... não vai mais embora. Bom, então eu acho que como não posso parar o tempo ou voltar nele para viver mais intensamente cada momento desse meu último ano... vou aproveitar o resto dele. Estes dias estávamos na casa de Louise conversando sobre o melhor ano de nossa vida, e eu muito convicta disse que o meu melhor ano foi a 8ª série. Eu não estava mentindo, realmente foi o melhor. Mas agora eu percebo... minha 8ª série me marcou tanto que eu coloquei na minha cabeça que ela era a melhor e acabei não dando oportunidade aos outros anos de se tornarem os melhores. Decidi mudar isto agora. Ainda há tempo de transformar meu último ano no melhor da minha vida, e é isso que eu vou fazer. Pra daqui há alguns anos eu olhar pra trás e me lembrar de cada momento que eu tive com meus amigos e não ficar sofrendo imaginando “Poxa, eu podia ter aproveitado mais” ou a famosa frase que sempre nos cai bem “eu era feliz e não sabia’”. Pois agora eu pretendo saber que sou feliz, pretendo aproveitar CADA SEGUNDO que eu tenho ao lado deles, como se realmente fosse o último, com o gostinho de último... Porque na realidade eles são sim os últimos. Os últimos. Pensei que esse ano nunca chegaria. É tão difícil imaginar como minha vida mudará ano que vem... estou assustada. Estou assustada desde o revellion, quando eu vi o relógio marcar 00:00 e eu me dar conta de que havia acabado de começar o meu último ano no colégio, o ano do meu vestibular, o ano mais importante da minha vida, que vai definir como tudo será daqui pra frente. Talvez o último ano que eu terei ao lado deles... Ou talvez apenas mais um de muitos. Quem vai saber o que o futuro nos reserva? Quantos reencontros vamos fazer futuramente?
Ninguém sabe. Eu não vou dar garantias de que quanto todo este sonho acabar tudo vai continuar igual e nós seremos amigos para sempre... Mas também não vou dizer que isto é impossível e não vai acontecer. Vou apenas dizer que a vida vai se encarregar disso, e o melhor é eu não me preocupar agora com o ano que vem, e sim viver estes últimos seis meses que me restam. Vivê-los intensamente, ao lado das pessoas que eu mais quero estar neste momento.

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. A realidade é tão fria e assustadora. Não serão os mesmos momentos, os mesmos lugares frequentados, nem mesmo os mesmos sonhos. Mas a amizade será a mesma, e as lembranças permanecerão até o dia que o último de nós morrer. E não importa o que o futuro tenha a nos reservar, sempre estaremos presentes na mente um do outro. Porque o que é especial assim, jamais será deixado pra trás. Não fazem nem seis meses que eu te conheço, e eu te amo tanto Cássia *-* Vocês todos, me fazem um bem tão grande, que chega a doer, só de pensar que no fim do ano vamos dizer um 'tchau' quase permanente. Mas sim, eu vou visitar você, e vou catar cada um de vocês aonde quer que eu vá. Porque eu amo vocês, e é isso que as pessoas fazem quando amam as outras. E se eu for morar em outro lugar, vou continuar voltando pra ver vocês, porque a partir do momento em que a gente começa a dividir até os sonhos mais constrangedores, vocês se tornam indispensáveis pra minha existência. Eu amo muito muito muito vocês, e isso não vai mudar nunca. Vocês são a melhor parte de mim s2

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA QUE COISA MAIS LIIIIIIIIINDA LOOOOOOOOOOU *-* (todos chora)
    obrigaaaada por tudo, de verdade [a][a]
    e esse "vcs são a melhor parte de mim" foi inspirado no nome do meu blog né? hahahahaa assssssume! rs
    Confissão: VOCÊS TAMBÉM SÃO A MELHOR PARTE DE MIIIIIIIIIM *-*
    te aaaaaaaamo (L)

    ResponderExcluir
  3. Confissão: roubei o nome do blog mesmo (H) UHASUAS' te amo s2

    ResponderExcluir

Se você gostou do post, comenta! Vou adorar saber o que você achou.
Assim que puder responderei seu comentário, e se você deixar o link do seu blog irei retribuir a visita. Obrigada, e volte sempre!

Beijos, Anna