quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Capítulo 15 –

Aii, Breath, socorro... o que aconteceu comigo? Eu só lembro de uns olhos verdes lindos me perguntando se tava tudo bem e minha cabeça começou a girar e eu apaguei... (Breath: Eu já te disse pra não misturar bebida com drogas Anny, só dá nisso...) Quem se importa com isso? Eu quero é saber de quem eram aqueles olhos lindos... você viu? São perfeitos... Eu me arrepiei toda, fiquei paralisada, sei lá, parecia ser a coisa mais bela que eu já tinha visto! (Breath: Huuuum... acho que ta rolando alguma coisa :D) Claro que não... não seja idiota! Eu só queria saber quem era aquele cara... (Breath: Então abre o olho e tenta descobrir né?) Ah, é mesmo... rsrsrsrs (abrindo o olho) Aii, essa luz ta me deixando mais tonta ainda Oo’ Meus sentidos estão voltando ao normal... ei, perai, Breath, olha, são os olhos! A última e a primeira coisa que eu vi! Os olhos verdes!
Poncho: Tudo bem?
E eu me surpreendo a cada minuto, é incrível como o dono dos olhos é ainda mais bonito que eles. Que cara lindo, to babando aqui Breath... (Breath: *-*)
Anahí: Sim... acho que sim (sorrindo)
Poncho: Da ultima vez que você me disse que estava bem acabou desmaiando (preocupado).
Anahí: (rindo) Não, agora eu estou bem!
Poncho: O que aconteceu com você?
Anahí: Não faço a menor idéia... mas eu lembro que eu tava procurando a Dulce, você conhece ela?
Poncho: Sim, ela é minha irmã, e me ajudou a trazer você aqui...
Anahí: E onde está ela?Ele é irmão da Dulce? Coitado, deu pena agora... (Breath: :O )
Poncho: Foi chamar sua amiga, acho que está quase chegando... (Maite entra correndo, e logo em seguida vem Chris, Dul e Ucker).
Maite: Anny... você está bem? O que aconteceu?
Tinha que ser esse povo pra atrapalhar o clima... eu e esse lindo aqui nesse quarto, sozinhos... uiiuii... (Breath: ;] ‘666~)
Anahí: Sim, eu to bem, só desmaiei... mas por sorte esse cara tava por perto! (sorrindo pra Poncho).
Dulce: Que bom então! Parabéns maninho por salvar ela! Já que ela está bem podemos voltar ao que estávamos fazendo não Ucker? (puxando Ucker pra fora do quarto).
Anahí: Não, Dulce, espere, eu preciso falar com você!
Dulce: Falar comigo? O que você quer falar comigo garota?
Aaai que garota irritante... odeio ela :@ mas eu to fazendo isso pela Mai, então tenho que suportar...
Anahí: Eu vim aqui de penetra porque tava precisando falar com você. Aliaz, desculpa Ucker por entrar na sua casa de penetra.
Ucker: Nada, o dono da festa é o Poncho...
Anahí: Mas como assim? Essa casa não é sua?
Poncho: É que eles fizeram essa festa pra mim, pra comemorar minha chegada! 8)
Anahí: Chegada?
Poncho: Sim! Eu morei na Suíça por 3 anos e acabei de voltar!
Aaah, é por isso que eu nunca tinha visto esse cara lindo lá na escola Breath! (Breath: Que liindo amiga, seu gatinho morava na Suíça *-*) Cala a boca, ele não é meu gatinho... ¬¬
Anahí: Ahh, sei... mas continuando, Dulce, eu preciso da sua ajuda!
Dulce: Da minha ajuda? Pra que?
Anahí: Preciso dos seus conhecimentos de moda!
Dulce: Aaah, caiu na real, viu suas roupas horríveis e resolveu me pedir ajuda porque quer ser igual a mim é querida?
AAAAH, VOU METER O CACETE NESSA IDIOTA :@ (Breath: Calma Anny, assim ela não vai te ajudar... lembra da Mai, ela precisa de você)
Anahí: Não... é a Mai que precisa de você (Dulce olha pra Maite e ela baixa a cabeça).
Dulce: E por que ela não veio me procurar? Tinha que ser você? Por que você sabe que eu te odeio né? E quer saber, não vou te ajudar nada, e nen ela, por que se ela quisesse ela mesma viria me procurar... (Maite enche os olhos de lagrimas)
Anahí: É por que foi tudo idéia minha, a Mai nem queria que eu falasse com você mas ela ta precisando muito e por ela eu faço tudo, até mesmo pedir sua ajuda...
(Breath: Cuidado com o que diz, ela pode se irritar... você precisa tocar o coração dela pra ela te ajudar!) E como eu vou tocar o coração dela? (Breath: Com a história da Mai. Até você ficou com o coração mole depois de ouvir ela, então eu garanto que Dulce vai ajudar!)
Dulce: Aii, eu não to afim de bancar a consultora de moda pra vcs duas... sinceramente...
Anahí: Não... Dulce, por favor... eu te imploro, precisamos de você!
Dulce: Então convença-me!
Anahí: Mai, eu posso contar sua historia?
Maite: Claro que não!
Anahí: Mas é o único jeito!
Maite: Mas isso é um segredo, eu confiei em você Anny!
Anahí: Mas eu sinto que podemos confiar neles também...
Maite: Eu... eu não sei...
Christian: Mai, quando você me contou a sua história, me fez jurar que eu não contaria a ninguém. E eu não contei! Você passou anos nesse sofrimento todo, e ai você contou a uma pessoa e sua vida mudou completamente. Quem sabe se você não nos deixar contar a eles sua vida melhore ainda mais?
Maite: Mas Chris... eu...
Christian: E alem do mais, eu sinto o mesmo que a Anny, não sei por que, mas sinto que podemos confiar neles também.
Que bom que o Christian concorda comigo, assim é mais fácil a Mai deixar, e assim a idiota da Dulce ajuda a gente... (Breath: :D )
(Os outros olhando sem entender)
Maite: Ta... pode!
Anahí: Então gente, vou contar a vocês o passado da Mai... quando ela tinha 13 anos, estava saindo de férias com a família... (Anahí conta a triste história de Mai. Ao terminar, Dulce estava chorando e Ucker e Poncho boquiabertos com a tristeza da garota).
Anahí: Então Dulce, quando ela me contou essa história eu fiquei muito triste, e senti que precisava fazer alguma coisa pra ajudar... mas eu não consigo fazer isso sozinha, preciso da sua ajuda pra tirar a Mai dessa vida... você poderia nos ajudar?
Dulce: (chorando) Claro que ajudo, com o que for necessário. Do que vocês estão precisando? Apenas de roupas? Eu compro o shopping inteiro se quiserem!
Poncho: E se ela não tiver onde morar pode ficar lá em casa, tenho certeza que nossos pais concordariam né Dul?
Dulce: É verdade...
Ucker: E eu também quero ajudar... não sei em que, mas o que precisar eu estou aqui!
Maite: (chorando) Obrigada gente, vocês são muito gentis... eu realmente não sei como agradecer... (todos abraçam ela)

Comente com o Facebook:

Um comentário:

Se você gostou do post, comenta! Vou adorar saber o que você achou.
Assim que puder responderei seu comentário, e se você deixar o link do seu blog irei retribuir a visita. Obrigada, e volte sempre!

Beijos, Anna