sexta-feira, 20 de março de 2009

Capítulo 4 –

Oi gente, eu me chamo Dulce Maria, mas pode me chamar como quiser, a maioria me chama apenas de Dul e eu tenho 17 anos. Desculpa não posso me apresentar agora, porque acabei de derrubar o telefone da minha mão com o grito que eu dei ao ver que estava falado ao telefone com meu maninho que mora na suíça! (Breath: Claro Dulce, você é muito desastrada) Aiin, nem me fala Bre, sou mesmo muito desastrada... imagina se eu quebrasse minha unha com isso? (Breath: Nossa! Seria o fim do mundo! :D)
Dulce: Ponchito meu amor, que saudades que eu tô de você maninho lindo!
Poncho: também estou com muitas saudades de você maninha, mais ainda bem que é por pouco tempo!
Dulce: Pouco tempo, como assim?
Aiin, esse Ponchito adora se fazer de misterioso e falar tudo em charadas pra eu decifrar! (Breath: Dul, não ta em charadas, presta atenção no que ele disse)
Poncho: Pensa Dul, e descobre sozinha.
O que será que ele quis dizer ao falar que esta com saudades de mim por pouco tempo? Aah, não!
Dulce: Você ta querendo dizer que vai parar de gostar de mim pra não sentir mais saudades? NÃO PONCHO, NÃO FAZ ISSO, EU TE AMO!
Poncho: Não meu amor, não chora, me escuta, eu não quis dizer isso!
Êêê, ele ainda me ama! (Breath Claro né Dulcinha, ele é seu irmão dãã)
Dulce: Não? Então o que você quis dizer?
Poncho: eu quis dizer que...
Dulce: que?
Poncho: QUE EU VOU VOLTAR PRO MÉXICOOOO!!
Dulce: aah, mentiroso, fala o que você quis dizer com isso...
Coitado do Ponchito se pensa que pode me enrolar... (Breath: Dul, acho que ele ta falando a verdade...) será?
Poncho: Eu to falando sério Dulce!
Dulce: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH, VOCÊ VAI VOLTAAAAAAAR!!
Cara, Breath, eu não acredito, meu irmãozinho vai voltar, que felicidade... to mais feliz do que quando fui no salão e fiz aquele penteado maravilhoso no cabelo e ainda fizeram minhas unhas de brinde por ser linda! HAHA ~ (Breath: Grande comparação né Dully?)
Dulce: Nossa Ponchito, você não sabe como me deixou feliz agora! Mas me conta, quando você volta?
Poncho: Amanhã!
Dulce: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAH, MEU DEUS, E VOCÊ AINDA NÃO TINHAM DITO NADA A GENTE, TÁ FICANDO LOUCO? AGORA NEN DÀ MAIS TEMPO DEU FAZER SUA FESTA SURPRESA DE BOAS VINDAS!
Poncho: Para de gritar Dul, é que eu não sabia ao certo quando eu ia, só confirmaram minha passagem hoje!
Dulce: Tá certo então maninho. Vou estar te esperando aqui, mesmo sem dar tempo de fazer festa...
Ele é um idiota mesmo né? Só porque eu queria fazer uma festa e chamar todos os amigos dele... (Breath: Aqueles gatinhos que estudavam com ele?) Aii, eles mesmos! (Breath: Dude, eles são muito perfeitos!) Né? Você já viu o corpaço deles? (Breath: Já menina, todos eles devem malhar... eu babo neles) Aiin, eu também Breath... você já viu um que tem uma bunda enorme? (Breath: aai, eu sei qual é, se não me engano o nome dele é Ucker... sonho com ele de vez em quando! *-*) Ahh, Breath Safadona... (Breath: Prefiro não comentar :D)
Poncho: Na verdade Dul, eu não queria festa não, queria apenas que você avisasse a mamãe, ao papai e ao Ucker que eu volto amanha e que quero todos no aeroporto!
Avisar ao Ucker? AAAAAAAAAAAAAAAH! (Breath: AAAAAAAAAAAAAH!) Perai que eu vou ali morrer e já volto! Caramba, o Ucker é muito gostoso, e eu vou ter que ligar pra ele! (Breath: Sortuda)
Dul: Avisar ao Ucker? Pow, que saco Poncho, ta me achando com cara de que?
Poncho: Por favor maninha, faça isso por seu irmãozinho que te ama tanto!
Aiai Deus, eu nem queria fazer isso, mas to sendo obrigada... HAHA’
Dulce: Ta, eu ligo pra ele. Me dá o número!
Uii, vou logo anotar o número dele no meu celular, vai que um dia eu precise dele... (Breath: Depois eu que sou a safadona da história!)
Dulce: Ta bom Ponchinhozinho! Eu aviso ao seu amigo!
Poncho: Brigada Dulcinhazinha, te amo!
Dulce: owwn, também te amo!
Poncho: Vou desligar, ligação da suíça pro México é muito cara :x
Dulce: Ta certo meu amor, Tchau!
Poncho: Tchau!
Aiiai Deus, você só me mete em confusão... (Breath: Então deixa que eu ligo pra ele!) NÃO! Quem vai ligar sou eu! Cala a boca Breath!
Ucker: Alô?
Dulce: Ucker?
Ucker: Meu nome! Quem fala?
Dulce: É a Dul.
Ucker: Dulce?
Tu.. tu.. tu..

sábado, 14 de março de 2009

Capitulo 3 -

Oi gente, meu nome é Maite, mas meus amigos me chamam de Mai, ou melhor, meu único amigo me chama de Mai, é isso mesmo, eu tenho apenas um amigo! Os outros não querem ser meus amigos por causa da minha triste vida! (Breath: ei Mai, e eu? Não conto como sua amiga não?) Ahh Breath, você é o meu subconsciente, não é a mesma coisa! (Breath: Ah é? depois de tudo o que passamos você me diz que eu não conto como sua amiga? Buááá) Ahh, para de drama Breath! (Breath: Eu fiquei magoada com o que disse...) Tá, desculpa Breath, você é minha amiga sim, pronto, tá feliz? (Breath: Ainda não, falta você dizer o que eu gosto de ouvir) Tá, EU TE AMO BREATH! (Breath: êêêêÊ, fiquei feliz agora! Também te amo Mai!) Certo, então, continuando, mais ninguém além do Chris e da Breath querem ser meus amigos por causa da triste vida que eu tenho! (Breath: Conta pra eles que triste vida é essa amor) Não, não gosto de falar sobre isso... aah, falando em vida, tenho que voltar para a minha.
XxXxX: Mas e então, por quando você faz uma hora?
Ai, eu realmente não queria sair com esse cara, ele tá com cara de bêbado, e deve estar drogado também (Breath: com certeza ele tá drogado Mai, não vai não) Mas eu preciso ir, tô precisando de dinheiro... (Breath: ai gatinha, você não precisa fazer isso, pode conseguir dinheiro de outra forma) Poxa Breath, já conversamos muito sobre isso, a melhor opção realmente é essa, não tenho escolha...
Maite: 50 reais a hora gatinho. Mas qual o seu nome?
XxXxX: Hygor, e o seu gostosa?
aai, odeio quando me chamam assim...
Maite: Maite
Hygor: Ok, Maite, vamos então? Conheço um motel ótimo...
Ai Breath, imagina só esse motel ótimo que ele quer me levar, deve ser uma merda, eles nunca me levam pra moteis caros e legais, pra que afinal, se não estão tentando me impressionar nem nada? e ainda vão me pagar... :s mas fazer o que né? (Breath: Você que quis assim querida)
Maite: sim, vamos!
XxXxX: Você não vai pra lugar nenhum com ela idiota.
Quem é essa garota? será que ela quer roubar meu cliente? Aii, essa deve ter doido, acho que se ela quisesse roubar meu cliente não iria bater nele...
Maite: Você tá louca? Olha o que você fez com meu cliente... ele desmaiou...
XxXxX: Garanto que ele não vale a pena... quero conversar com você, podemos ir pra um lugar mais reservado?
Maite: Desculpa, tenho que trabalhar...
XxXxX: Não tem problemas, eu te pago ok ?
Era só o que me faltava agora, uma lésbica :S (Breath: uhuul, arrasando até os corações femininos gatinha)
Maite: Desculpa querida, eu não faço programa com mulheres!
XxXxX: kkkkkkkkkkkkkkkkkkk, não, não, eu não quero sair com você, e nem sou lésbica! Só quero conversar mesmo... pode ser ?
Alguém querendo pagar pra conversar comigo? (Breath: Será que ela só quer conversar mesmo? cuidado Mai) Ai, eu não posso perder a oportunidade de ganhar dinheiro Breath...
Maite: Tá, vamos...
XxXxX: Acho que aqui tá bom, pode se sentar, toma... Você deve estar com frio com essa roupa!
Ela tá mesmo me dando o casaco dela? (Breath: Cuidado, isso é muito suspeito) aah, não quero nem saber Breath, eu tô realmente com muito frio, não é fácil passar a noite de shortinho curto e sutiã não viu?
Maite: Brigada. Mas eu não entendo, por que você tá fazendo tudo isso por mim? Você nem me conhece...
XxXxX: Conheço sim, você estuda na minha escola, não tá me reconhecendo? Acho que você já deve ter ouvido falar em mim lá na escola... sou Anahí.
Meu Deus! Cara, essa é Anahí? Como ela tá diferente do que é na escola... certo que ela sempre usa essa maquiagem preta forte, essas roupas assim, as unhas pretas e tal, ela sempre foi meio revoltada, mas o resto dela tá diferente... ela não tá bem pow, tava andando estranho, deve estar bêbada com certeza... e essas expressões no rosto dela, expressões de uma louca que está sentindo Alegria repentina, e ao mesmo tempo está triste, como se fosse forçada a sentir essa alegria... ai meu Deus, acho que ela tá drogada!
Maite: Anahí? Nossa, sei quem é você sim, mas é que você tá tão diferente... o que aconteceu com você?
Anahí: Comigo? Não, nada... eu sou assim mesmo! Mas eu quero sabe o que aconteceu com você... o que você tá fazendo aqui? Por que tava dançando naquele palco? Você ia fazer programa pro Hygor?
Era só o que me faltava, uma curiosa querendo saber da minha vida...
Maite: Você conhece ele?
Anahí: É, eu tava com ele, mas ai fiquei com raiva dele e parei de falar com ele, e vi ele querendo te pagar pra sair com ele, eu não podia deixar isso acontecer e fui impedir... quer dizer, sempre ouvi dizerem na escola que você era puta, mas eu pensava que eles falavam isso por maldade, pra lhe aperriar, não imaginava que fosse verdade... quer dizer, desculpa... mas eu nunca imaginei que você realmente fosse...
Maite: Prostituta? Pode dizer, já estou acostumada...
Anahí: Não, não diga isso...
Maite: Mas é a realidade...
Anahí: Mas essa realidade pode ser diferente...
Maite: Não, não pode!
Credo, que garota chata, quer mudar o que não dá pra mudar! (Breath: Acho que ela pode estar certa Mai)
Anahí: Por que não pode?
Maite: Por que não, minha vida é assim e eu não tenho como mudar... você acha que eu gosto de fazer isso? de me deitar com homens diferentes todas as noites e fazer o que eles querem? Não, eu não gosto, mas tenho que fazer isso pra sobreviver!
aai, nãoa credito que eu disse isso, e que eu tô chorando! (Breath: aah, não chora gatinha, não chora!)
Anahí: Ah, desculpa, não, não Chora, por favor! Desculpa!
Ela... ela tá me abraçando? Nossa, quanto tempo faz que ninguém me abraça?
Anahí: Mas por que você tem que fazer isso? Tudo bem... você pode desabafar comigo se quiser...
Não, eu não vou fazer isso... não vou contar a ela minha triste vida... (Breath: Conta Mai, ela pode te ajudar) Não Breath, a vida é minha, não diz respeito a ela... e como ela vai me ajudar? Ela é uma revoltada, bêbada e drogada... (Breath: Vai... quem sabe assim as duas não se ajudam?)
Maite: Tá, eu vou te contar... mas isso é segredo ok? Só quem sabe sou eu e meu melhor amigo do colégio, Christian. Jura que não conta a ninguém?
Anahí: Juro!
Maite: Certo... tudo começou a uns anos atrás...

quinta-feira, 5 de março de 2009

Diário. ?-

O amor é a única força capaz de mudar o mundo, a única chama que nunca se apaga e que faz você continuar acreditando e sonhando, continuar lutando e vivento...
Eudes eu te amo

Ouuun que momento mais romântico *--*

Linda a frase que eu escrevi né? mintiira, não fui eu que escrevi não, foi a minha diva DULCE MARÍA! / Bom, isso foi só pra mostrar que eu tô apaixonada, HA ' (novidade). Caara, eu tô tãao feliz pqe eudes voltou *----* já não aguentava mais de saudades, sério. D: É muito bom estar do lado dele, vcs não tem noção.

. . . mudando de assunto . . .

Caramba, eu tô com a vida muuuuuuuuuuuuuuito corrida, os professores tão me passando dever de casa como loucos, e prova em cima de prova, trabalhos pra nota, livros paradidaticos pra ler, sem contar que eu ainda tô ajudando a coordenadora em um projeto lá que ela tá fazendo e pediu a minha ajuda. E ainda tô me matando de estudar pro vestibular seriado Oo' Claro que isso é sem contar também com a chapa de grêmio que eu tô organizando! Sim, eu vou concorrer a presidencia do grêmio do colégio (vota em mim? oO) Desde o ano passado eu tava pensando em concorrer, mas era só por concorrer mesmo, se ganhar ganhou, se não, deixa pra lá, só que agora eu preciso ganhar de QUALQUER FORMA, porque eu tenho umas missões da UESPE dentro do grêmio. Pra quem não sabe, UESPE é União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco, talvaz alguns conheçam, e talvez não. É aquele bando de estudantes que ficam fazendo manifestações pelos direitos dos estudantes e tudo mais Oo' E eu faço parte deleees *--------* HAHA' Então, eles mandaram me dizer que eu precisava ganhar a presidencia do gremio pra implantar a UESPE dentro do colégio e apartir dai fazer umas mudanças... uma enorme missão, muita responsabilidade... mas se Deus quiser vai dar tudo certo e eu vou conseguir (yn) Ah, e ainda tem outra coisa me matando, NOVA GERAÇÃO! ouun são os amores da minha vida, é o meu grupo de jovens da igreja. Eu sou coordenadora, então tenho muuuitas responsabilidades e muitas coisas pra fazer, eles ocupam muuito do meu tempo, é verdade, mas são a razão do meu viver. Não sei definitivamente o que seria de mim sem o nova! *-*

Então, só pra concluir, tá muuito dificil conciliar minha vida, é escola (tarefa, trabalhos, provas, favores pra coordenadora, grêmio) vestibular seriado (estudar foito louca pra tirar pelomenos uma nota descente!) vida de revolucionária (UESPE, UESSU) Nova Geração (ensaios, missas, reuniões) Internet (orkut, msn, blog, fake, fotos, web novelas) fã de RBD (caçar fotos, vídeos, músicas e notícias dos meus 6 divos pra ficar sempre por dentro) família, amigos, namorado, SOCORROOOOO!

Não consigo fazer tudo ao mesmo tempo! Meu erro talvez tenha sido assumir responsabilidades demais só pra mostrar a mim mesma que posso, e depois me decepcionar vendo que na verdade eu não posso. Pára, eu não sou a dona do tempo, e muito menos do mundo. eu não sou uma deusa onipotente, eu não sou imortal! Talvez eu estivesse fazendo tudo isso pra tentar viver, mas ai acabei sendo sufocada por tantos deveres e afazeres, que na verdade esqueci de viver! Mas eu não posso abandonar minhas responsabilidades, isso além de ser covardia, seria uma grande dor pra mim porque eu amo muito tudo o que faço, amo a escola, a familia, os amigos, meu namorado, amo servir a Deus com o nova geração, amo liderar as coisas, amo ser revolucionária, amo tentar lutar por um mundo melhor, fazer alguma coisa envez de ficar parada olhando! Enfim, eu amo tudo o que faço, mas não consigo fazer tudo o que amo! Dessa maneira vou acabar enlouquecendo, e ai sim terei que abrir mão de tudo o que me faz bem, pra ir morar na tamarineira Oo' [/táparei!

Eu não aguento mais tudo isso e não sei como mudar a situação. Alguém me ajuda?